Análise preditiva já é realidade para varejistas

Postado por DBC Company Em: Tecnologia, Varejo Sem comentarios

Ferramentas para impulsionar os negócios são sempre bem-vindas pelos varejistas, sobretudo quando os indicadores apontam que o setor foi bastante atingido pela crise econômica. Como se destacar em meio à recessão? Para o e-commerce e outros tipos de interação digital, a tecnologia Big Data, com sua capacidade de processar um grande volume de dados rapidamente, é uma grande aliada.

Uma das grandes possibilidades que o Big Data traz é a de prever tendências de consumo, comportamento e preferências. Essas análises preditivas já são uma realidade consolidada para os varejistas que buscam melhorar ainda mais a relação com o público. Com o auxílio da inteligência de dados, os comerciantes conseguem saber exatamente em que locais e de que forma atuar, avaliar os preços de produtos que não estão funcionando.

As empresas que implementam a análise preditiva já saem ganhando, pois conseguem fazer previsões de movimentos dos consumidores e também dos concorrentes. Assim fica mais fácil planejar campanhas de marketing, por exemplo. Se uma livraria identificou que o lançamento de um filme vai impulsionar a venda do livro que o inspirou  vai poder investir na divulgação desse produto, fazer ações nas redes sociais, promover eventos temáticos. Uma infinidade de desdobramentos podem ser aplicados a partir da análise preditiva.Com a base de dados seria possível identificar e extrair benefícios de situações como:

Segmentação por perfil

O sistema identifica que consumidores de uma loja de camisetas online entre 15 e 20 anos se interessam mais por estampas de bandas, por exemplo. Assim, quando alguém com esse perfil acessa o site, o sistema vai lhe mostrar mais rapidamente as camisetas de grupos de rock.

Gestão de estoque

Se uma loja de sapatos identifica com mais precisão os períodos em que as pessoas buscam por botas, fica mais fácil gerenciar a quantidade do produto que precisa estar disponível. Para evitar tanto o excesso quanto a escassez de itens, um trabalho analítico envolvendo dados relacionados ao comportamento dos consumidores e o histórico de vendas certamente vai trazer mais exatidão para este processo.

Precificação de produtos

Quem tem um negócio sabe que a precificação adequada dos produtos é um pilar fundamental para o sucesso da empresa. Existe sempre aquela dúvida entre atrair o cliente e garantir o faturamento.  A análise preditiva pode auxiliar nesta decisão, pois já está prevendo o comportamento do consumidor, entende a previsão de vendas, o histórico de preços, vai apresentar alternativas de como atrair pessoas de acordo com suas preferências.  A automatização de preços torna-se uma boa opção quando pensamos nestas variáveis.

Pelas notícias sobre o universo da tecnologia que estamos acompanhando, não é difícil prever que a tecnologia Big Data vai acompanhar cada vez mais as evoluções do comércio e relacionamento com o consumidor.  Segundo pesquisa da ABI Research, em 2018, o mercado de Big Data, junto ao de análise preditiva, deve atingir US$114 bilhões, já que a tendência das empresas é gerar cada vez mais dados. Acompanhe nosso blog para ficar atualizado de notícias e pesquisas a respeito das novas tecnologias.

2 Likes